Empréstimo para autônomo negativado é possível

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

22/02/2021

Entenda como o empréstimo para autônomo negativado é possível!

Mulher fazendo contas com calculadora

Não é toda instituição financeira que concede empréstimo para autônomo negativado. De forma geral, ter o nome sujo ou negativado impede a contratação de linhas de crédito, em função da análise feita pelos bancos.

Isso tem um porquê de ser assim.

Os bancos analisam o risco de conceder o crédito, um processo que serve para a própria segurança do sistema financeiro, e acabam eliminando logo de cara candidatos que tenham CPF ou CNPJ negativado.

Como se sabe, o nome negativado é consequência da falta de algum pagamento. Após algum tempo, o CPF ou CNPJ vai parar em uma das listas de cadastro dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC.

Empréstimo para autônomo negativado é possível com a tecnologia

O avanço da tecnologia, no entanto, tem permitido a algumas plataformas de crédito conceder financiamento mesmo para quem tem nome negativado.

O Tomático é uma dessas plataformas. Portanto, autônomos negativados têm chance de conseguir crédito.

A instituição faz uma análise de crédito que potencializa a capacidade de aprovação, graças a políticas internas de risco, validação de dados cadastrais e o fato de o empreendedor conectar a maquininha de cartão ao sistema do Tomático.

No entanto, existem alguns pré-requisitos para solicitar o crédito empresarial digital do Tomático:

  • O autônomo precisa ter empresa aberta, um CNPJ;
  • É necessário, ainda, ter conta pessoa jurídica no banco;
  • Também é pré-requisito receber dos clientes via maquininha de cartão: Getnet, Rede, Cielo, Bin, Stone e SIPAG, registradas no CNPJ;
  • E ter faturamento mensal mínimo de R$ 5 mil em uma dessas maquininhas nos últimos seis meses.

O crédito do Tomático tem parcelas flexíveis, outro benefício de conectar às maquininhas à nossa plataforma.

Graças à avaliação feita de forma automatizada, uma porcentagem do faturamento da empresa passa a ser destinada ao pagamento do crédito.

Dessa forma, as parcelas são flexíveis, e acompanham a sazonalidade das vendas, facilitando o pagamento da linha de crédito.

Para saber mais, acesse nosso FAQ.