Maquininha de cartão aumenta faturamento?

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

23/02/2021

Pagamento com maquininha representa cerca de 40% das vendas do comércio!

Homem recebendo pagamento via maquininha

A maquininha de cartão já é velha conhecida de consumidores e comerciantes. Ainda, existe, no entanto, uma ressalva de alguns empreendedores em adotá-las, principalmente em função das taxas cobradas pelas empresas que administram o serviço.

De qualquer forma, os pagamentos via cartão representam cerca de 40% das vendas do comércio, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs).

Mas será que a maquininha de cartão aumenta o faturamento do empreendedor?

As maquininhas podem, sim, ajudar no aumento das vendas e, consequentemente, melhorar o faturamento do negócio.

Isso porque, ao trabalhar com a maquininha de cartão, o varejista pode oferecer opções de pagamento variadas, como as compras parceladas.

Para o empreendedor, também há vantagens, como a garantia de recebimento de uma compra a prazo, evitando ter que cobrar o consumidor quando recebe um cheque sem fundo, por exemplo.

Maquininha de cartão dá acesso a mais opções de crédito empresarial

Outra vantagem é que, ao aceitar o pagamento com cartão, o empreendedor mantém menos dinheiro em caixa, o que contribui para a segurança do estabelecimento comercial.

Também acaba evitando idas constantes ao banco para fazer depósitos.

Um levantamento feito pelo GetNinjas, aplicativo de contratação de serviços, com base na fase de operação da MaquiNinja, maquininha de pagamento para o mercado de serviços lançada no início do ano pelo app, mostrou que o uso da maquininha de pagamento aumentou em 26% os ganhos de profissionais prestadores de serviços.

Ao trabalhar com maquininhas de cartão – ainda que isso tenha um custo, valores que precisam ser estudados adequadamente para caber no fluxo de caixa da empresa -, o empreendedor passa a ter a opção de antecipar recebíveis quando o capital de giro apertar.

Em outra possibilidade, consegue crédito empresarial via maquininha, dando como garantia os recebíveis futuros, como é feito no Tomático.

Por meio da plataforma de crédito digital, o empreendedor pode recorrer ao recurso financeiro sem ter que apresentar garantias físicas, como um carro, equipamento ou imóvel.

Basta apenas receber dos clientes via maquininha de cartão e seguir os seguintes pré-requisitos:

  • Possui CNJP;
  • Conta PJ no banco;
  • Ter faturamento mínimo mensal de R$ 5 mil nos últimos seis meses na maquininha de cartão: Getnet, Rede, Cielo, Bin, Stone e SIPAG.

Quer saber mais detalhes? Acesse nosso FAQ completo e tire suas dúvidas.