Entre e contrate

Qual a hora de buscar uma linha de crédito para empresas?

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

30/11/2020
linha de crédito para empresas

A linha de crédito para empresas é uma alternativa tradicional para financiar diferentes necessidades do negócio. Sempre que precisa recorrer a um financiamento empresarial, o pequeno e médio empreendedor tem como opção as instituições financeiras, que cobram uma taxa de juros em troca do crédito concedido.

Hoje em dia, além dos bancos tradicionais, que trabalham com as linhas de crédito mais conhecidas, existem fintechs e plataformas digitais que oferecem crédito empresarial com especificidades, como crédito digital e crédito com parcelas flexíveis – caso do Tomático.

As situações em que uma empresa pode precisar de linha de crédito empresarial

Implantação do negócio

Caso o empresário precise de uma linha de crédito para abrir seu empreendimento, é importante fazer um bom plano de negócios. O documento é um estudo prévio do negócio que mostra a viabilidade financeira da empresa. Esse estudo de viabilidade vai trazer projeções financeiras e pode ser solicitado pelo banco que vai oferecer o crédito, mas é útil, acima de tudo, para o empreendedor ter melhor condição de avaliar sua condição de honrar com o pagamento do crédito empresarial.  

Ampliação da empresa

Quando o empreendedor quer ampliar os negócios, seja fazendo uma reforma, adquirindo novas máquinas e equipamentos ou até mesmo mudando para um espaço físico maior, e precisa de uma linha de crédito para isso, também é importante fazer um plano de negócios. Esse estudo trará novamente as projeções financeiras, mas agora levando em conta o novo porte da empresa, e também pode ser solicitado pelo banco, já que mostra a capacidade de pagamento do crédito a ser contratado.

Capital de giro

O crédito para capital de giro é um dos mais demandados por micro, pequenos e médios negócios. De forma prática, é uma dívida de médio ou longo prazo que o empreendedor assume para financiar suas operações de curto prazo, como o pagamento de fornecedores e a compra de estoque. É sempre importante avaliar a razão de a empresa necessitar de capital de giro. Pode ser um problema pontual ou estrutural. Caso seja o último, é preciso reavaliar o ciclo financeiro da empresa e fazer os ajustes necessários para evitar a necessidade futura de mais crédito para capital de giro.